terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Esta imagem, tirada pela câmera do telescópio Hubble, mostra a NGC 4696, a maior galáxia do aglomerado de Centaurus (à direita).

A faixa de poeira enorme que varre toda a face da galáxia, com cerca de 30 mil anos-luz de largura, faz com que ela pareça diferente da maioria das galáxias elípticas.

Estranhos filamentos finos de hidrogênio ionizado são visíveis dentro dela, dando um efeito de mármore ao centro brilhante da galáxia.

Um comentário:

  1. Olá, Bianca!
    São numerosas fotos, cada uma mais interessante que a outra e imagino, como serão as próximas tiradas com as novas câmeras e por outros telescópios que substituirão o Hubble num futuro próximo.
    Um abraço!!!!!

    ResponderExcluir